Terça-feira 24 de Maio de 2022
Breves

31 de Outubro dia da Sociedade de São Vicente de Paulo

 

31 de Outubro 2021

Dia da Sociedade de São Vicente de Paulo

Este ano a comemorar os 162 anos ao serviço dos Pobres

 

Mais um ano ao Serviço

A Sociedade de S. Vicente de Paulo comemora, no último domingo do mês, mais um ano de existência.

Passaram cento e sessenta e dois anos desde que foi fundada a primeira Conferência Vicentina, em Portugal. Ao longo destes anos muitos foram os homens e as mulheres que procuraram seguir o ideal do nosso fundador: ajudar das mais variadas maneiras, famílias mais desfavorecidas.

Mas para que servem as Conferências e os Conselhos? Qual a sua missão e como desempenhá-la?

É importante que nos interroguemos sobre estas questões.

Somos um grupo de cristãos leigos que, de uma forma gratuita e desapegada, nos comprometemos a seguir fielmente o espírito e os preceitos da nossa Regra, servir a Cristo na pessoa do pobre, segundo o exemplo e espírito de S. Vicente de Paulo e de António Frederico Ozanam e, assim, ser sinal de fraternidade para este mundo e motor duma ordem social mais justa, vendo em todo o homem um irmão.

Jesus chamou-nos e confiou-nos a missão de anunciar e fazer crescer o Seu reino seguindo este ideal, mas isso depende do modo como cada um de nós O acolhe, ou seja, como despertamos para a presença em nós do próprio Deus e da forma como vivemos esse diálogo íntimo.

Nós, vicentinas e vicentinos, temos um papel importante na vida da Sociedade de S. Vicente de Paulo. O trabalho que realizamos junto dos mais desfavorecidos exige sabedoria para entender o que significa evangelizar. Evangelizar implica transformação e esta supõe mudança concreta de vida de cada um de nós e de cada família que ajudamos.

Fomos chamados a caminhar juntos para a santidade, mas estamos conscientes das nossas fraquezas, das nossas limitações e da necessidade da graça de Deus. Procuremos nas reuniões das Conferências e dos Conselhos aumentar a nossa espiritualidade, reforçar a nossa vida de oração e refletir sobre as experiências vicentinas vividas junto das famílias que visitamos e, assim, transformar as nossas preocupações em ação.

Saibamos como Maria, modelo de serviço e de evangelização, estar atentos e disponíveis para servir os mais pobres procurando ter tempo, dedicação e gosto na nossa oração e para a nossa oração.

Vicentinas e vicentinos sejam, pela palavra e pelo exemplo de vida junto dos mais pobres, sementes de esperança e sal que dá sabor à vida e, assim, contribuir para uma sociedade mais justa e mais fraterna.

Que Jesus e Maria vos abençoem e recompensem!

Verifique também

Parabéns à SSVP pelos 188 anos de existência

O Presidente-geral solicita que rezemos um Pai-Nosso às 20h do dia 23 de abril Há …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.